26/02/2010

A luta contra a balança!

Posted in Para refletir... tagged , às 2:15 PM por Ru_Kurayami

Eu escrevi esse texto em um antigo blog meu que eu nem divulguei, era pra ser um blog mais pessoal, mas não foi muito pra frente rsrsrs…

Eu gostei muito desse texto que escrevi e gostaria de compartilhar com vocês…

Para refletir:

Muitas pessoas já escreveram sobre o tema, nada mais justo eu ter a minha oportunidade!

Eu, como milhares de pessoas, corro da balança “como o diabo foge da cruz”, eu e ela definitivamente somos corpos que jamais ocuparão o mesmo espaço!

Desde pequena sou overweight, e tento fazer dieta, eu disse:”Tento”!

Mas como privar uma criança de 11 anos de idade de comer as balas e chocolates na hora do recreio? Geralmente as crianças gordinhas são discriminadas, quando são meninas pior ainda! Costumam ser excluídas de todos os grupinhos, as famosas “panelinhas”, são motivos de zuações, humilhações, nunca são escolhidas para participar dos times na hora da educação física e por fim a lástima da festa junina!

Sim… A lástima da festa junina!Ninguém te chama pra fazer par e o pior de tudo é que a escola inventa uma dança só de meninas, na minha época a tal da “Santa Luzia” que podia ser chamada de “dança das rejeitadas” rsrs. Tudo bem que tinham muito mais meninas que meninos no colégio, mas não deixa de ser uma “dança das rejeitadas” XD. No ano que eu consegui um par pra dançar quadrilha adivinhem?A praga faltou no dia e acabei dançando com uma menina que também foi “abandonada no altar”, isso era lá pra 3ª série. No “prézinho”, “as tias” obrigam os meninos a dançar, então eu sempre tinha um par, mas na hora do “OLHA A COBRA” era complicado me segurar, então me juntava com outro gordinho rejeitado e boa. Depois da 4ª série as festas juninas foram ficando escassas, mudava-se para a dança country e forró!Eu acabava dançando com algum menino que fazia cara feia ou com algum amigo que salvava a pátria!

Triste, não? Só quem passou por isso sabe como é… E o pior de ser gordinho na infância é superar os traumas e desenterrar alguma determinação pra emagrecer porque diante de tanta chateação, humilhação, falta de amizade… O que nos resta é: comer!

Pior de tudo é quando você entra numa loja e vê uma linda roupa e você pergunta:”Moça, tem até que numeração?” e ela responde: “Acho que não temos o seu número”… ¬¬ Eu por acaso perguntei se tinha meu número?Dá vontade de responder com falta de educação, mas nessas horas sua autoestima foi tão pra baixo que nem ânimo pra responder você tem!

Esses dias, voltando da faculdade, uma amiga minha me contou o caso de outra amiga dela… Uma história que me chocou muito! No auge do “Good Times” na rádio, sempre tem um ou outro louco deixando o número do telefone, se descrevendo em busca de “uma amor verdadeiro e compromisso sério”, uma amiga dela, loira dos olhos claros, havia feito o seu “próprio anúncio” e um rapaz interessado foi encontra-la. Chegando ao encontro, o rapaz se deparou com uma loira dos olhos claros, obesa e com deficiência muscular. Essa amiga da minha amiga (parece papo de pescador) tinha uma doença que enrijecia os seus músculos, dificultando seus movimentos. O rapaz, ao vê-la, passou direto e nunca mais ligou. O médico já havia avisado pra essa moça que ela deveria controlar sua alimentação, pois sua doença era gravíssima (sua irmã tinha a mesma doença e já não podia mais andar), os pais da menina já não sabiam se ela chegaria ao final do curso, inclusive uma assistente social havia conversado com a turma sobre a possível morte da jovem. Ao falar de “controlar sua alimentação”, “fazer dieta” a moça respondia: “Comer é meu único prazer”. Quando ela se formou, todos se emocionaram!Com certeza foi a maior de sua conquista! Ela se formou no meio do ano passado e segundo a minha amiga ela está bem!

Essa história me chocou muito, sério mesmo, as pessoas são tão preconceituosas, a mídia impõe um “ideal de beleza” que realiza uma verdadeira lavagem cerebral!

As gordurinhas mal localizadas devem ser observadas sim, mas no âmbito da saúde da pessoa e não como defeito físico! A pessoa pode ser gordinha e saudável, mas mesmo assim vive depressiva e buscando meios de emagrecer, por quê?

Simples: PRECONCEITO!

Porque nós, mulheres que trabalham e estudam o dia todo, algumas mães de família e batalhadoras, precisam tem corpos como da Angelina Jolie e Megan Fox? Ok, give me her money!

Apesar desse discurso moralista, sou uma das que travam uma batalha interminável com a balança! =/ Sou mais uma insatisfeita com o próprio corpo, tentando mais uma vez fazer uma dieta, agora com acompanhamento médico e uso de medicamento. Mas não quero ser uma Gisele Bündchen da vida, quero ser eu mesma: Linda e um pouco menos fofa!rsrsrs

Open your mind, ok? Sejamos todos felizes com nós mesmos! Esqueçam essa “imposição global”: silicone + lipo + cabelos lisos + ser loira + ter olhos azuis = Mulher ideal e perfeita!

Sejamos inteligentes, determinadas, bem humoradas, lindas e perfumadas!
Valorize o que você tem de melhor!

E daí se você é gordinha (o), pior é a feia (o)? Não é verdade?
É só ter paciência, ser você mesmo(a) que um dia vai aparecer alguém que vai gostar de você muito mais por QUEM você é do que COMO você é!

Mas não deixe de cuidar de você mesma (o)!

Mulheres devem estar sempre bem arrumadas, maquiagem em dia, perfume em dia, cabelos ajeitados, unhas feitas e não se esqueçam do GLOSS!
Homens também devem estar sempre arrumados, perfumados, sem meia nem cueca rasgada, cabelo bem cortado e tênis que não esteja furado! Hahahaha


Bom!Espero que tenham gostado ^^!
Um pouco de crítica e opinião pessoal…

Enjoy yourselves!

=***

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: